Em latim, o termo “ampliatta”, significa “ampliação” e foi com esse ideal que três psicólogas, com experiências distintas, mas com grande afinidade no ensino superior, se uniram e fundaram o instituto.

O propósito é integrar os saberes e as práticas diversificadas, sempre buscando a ampliação da atuação e a excelência na abordagem psicológica do ser humano.

Em latim, o termo “ampliatta”, significa “ampliação” e foi com esse ideal que três psicólogas, com experiências distintas, mas com grande afinidade no ensino superior, se uniram e fundaram o instituto.

Carmem Bueno Neme (Pilé) e Cristiane Araújo Dameto, ambas Psicólogas Clínicas e Psicoterapeutas e Mirella F. Cardia F. de Lima, Neuropsicóloga e Psicoterapeuta, perceberam a oportunidade de criar um espaço que pudesse contribuir permanentemente com a qualificação, a formação e a prática do psicólogo e de seus parceiros profissionais.

Desde o início, a ideia das fundadoras era trazer para o mercado de trabalho da psicologia contemporânea, uma formação continuada séria e comprometida com a qualidade pedagógica que as especializações de saúde devem ter.

Fundado em 2011, o Instituto Ampliatta nasceu com objetivos bem focados e precisos. Ampliar conhecimentos e tecnologias psicoterapêuticas; estimular diálogos entre as várias áreas e disciplinas da psicologia; pesquisar as novas demandas sociais para intervenções psicológicas e incrementar o aperfeiçoamento técnico e intelectual dos psicólogos.

Com grades anuais de Cursos de Formação, Extensão, Atualização e Especialização, em várias disciplinas da psicologia, o Instituto Ampliatta visa oferecer oportunidades de novos aprendizados para a formação de estudantes, profissionais atuantes e pesquisadores em várias áreas da saúde.

O propósito é integrar os saberes e as práticas diversificadas, sempre buscando a ampliação da atuação e a excelência na abordagem psicológica do ser humano.

 

Instituto Ampliatta – Um olhar integrador, criativo e criador de um novo saber fazer.
Registrado no CRP/06 sob n. 4535/J

 

Como Pensamos

A clínica define-se, portanto, por um “ethos”: em outras palavras, o que define a clínica psicológica é a sua ética: ela está comprometida com a escuta do  interditado e com a sustentação das tensões e dos conflitos. (Figueiredo, 1995, p. 40)

A prática da psicologia implica não somente em conhecimentos e experiências, mas deve basear-se em evidências, mediante as quais, procura-se, encontra-se, interpreta-se e aplica-se os resultados de estudos científicos e epidemiológicos aos problemas abordados em suas diferentes áreas.

Na clínica atual, designada “emergente”, valorizam-se os enfoques humanos e psicossociais, flexíveis e abertos a interfaces teóricas e novas posturas frente ao fenômeno humano contextualizado. Essa postura deriva de uma releitura do homem-mundo contemporâneo e de um olhar integrador, criativo e criador de um novo saber-fazer no campo da clínica psicológica e das psicoterapias, acompanhada de um necessário exame epistemológico e ético.

 

Nossa missão

Colaborar para a formação continuada, científica e crítica do psicólogo e outros profissionais buscando um padrão de excelência com ações relevantes e socialmente compromissadas.

 

Nossa visão

  • Temos a crença de que a prática da psicologia implica não somente em conhecimentos e experiências, mas deve basear-se em evidências.
  • Acreditamos na valorização dos enfoques humanos e psicossociais, flexíveis e abertos a interfaces teóricas e novas posturas, frente ao fenômeno humano contextualizado.
  • Incentivamos a percepção do olhar aprofundado e ampliado ao fenômeno psicológico em suas variadas manifestações e contextos.
  • Reconhecemos que as diversas possibilidades de diálogos interteóricos e interdisciplinares estimulam a contínua busca de conhecimentos e resultados.
  • Temos o mister e a preocupação de que a concepção científica, integradora de saberes e de práticas, ao buscar a excelência, não descaracterize o humano no homem.

 

 

Conheça os cursos Ampliatta